Descubra Vancouver


Por Eloise Barker

Fotografia de Wan Ru Chen / Getty Images

Avançar para navegação

Junho, 2017

Envolvida pelo mar e ladeada por montanhas, a natureza e os arredores de Vancouver são uma característica tão forte como os arranha-céus que preenchem a linha do horizonte da cidade. Desde patinar no paredão a fazer esqui nas montanhas, esta agradável cidade tem muita natureza e algo para todos os gostos.

Ar livre

O Stanley Park fica na ponta da cidade mesmo em frente ao mar. Passeie em frente ao parque, descubra uma praia e explore o parque. A montanha Grouse, onde se chega de teleférico, tem uma vista espetacular das ruas da cidade e do porto de Vancouver.

Se prefere fazer algo mais do que apenas contemplar, visite a Ponte Suspensa de Capilano – fica a apenas dez minutos de carro da cidade. Se não quiser enfrentar a altura vertiginosa de cada lado da ponte, há um caminho junto à falésia e muitas maneiras de sentir e ver a natureza da região. Conheça Henry, a garça-azul-grande, que não é nada tímida.

Onde ficar: O The Burrard tem bicicletas para fazer passeios gratuitos perto do Stanley Park.

Coisas para fazer em lugares fechados

A Granville Island tem uma empresa cervejeira e um mercado de dia com bancas de artesanato que valem muito a pena uma visita. Às vezes é chamado de fileira de galerias, mas South Granville, perto do Granville Market que fica sobre uma bonita ponte, tem as melhores lojas de artigos para a casa.

Em dias de chuva, com os miúdos, a forma mais rápida de agradar a todos é passar o dia no museu da ciência. Não deixe de conhecer o aquário, um dos melhores do mundo. Não é apenas uma casa flutuante para os peixes, mas também para lontras e leões marinhos. A seguir veja um rápido jogo de hóquei no gelo no estádio.

Onde ficar: as famílias vão adorar as suites no The Rosedale on Robson, onde pode cozinhar o jantar na kitchenette depois de um dia longo num jogo no estádio ou no museu.

  • Ponte Suspensa de Capilano, em Vancouver. Crédito fotográfico: Alexandre Deslongchamps / Getty Images.

    Caminhar no ar

    Passe num caminho suspenso a 70 metros de altura sobre o rio Capilano.

    Reserve voos e hotéis para Vancouver

Refeições gourmet e autênticos banquetes

O brunch é uma refeição muito importante por aqui e tem que ter de tudo: experimente os waffles no centro da cidade no Medina ou experimente o Bloody Mary canadiano – que se chama Bloody Caesar. Qual é o ingrediente secreto? Sumo de amêijoa.

Ao almoço, coma um dim sum num dos vários excelentes restaurantes na Chinatown de Vancouver. Se quiser petiscar, o Savary Island Pie Company serve fatias generosas de tarte de maçã, enquanto o café Beaucoup Bakery é um sítio conhecido pelo Kouign Amann, um bolo de massa folhada inspirado na pastelaria francesa.

Poutine – o famoso prato de batatas fritas, coalhada de queijo e molho de carne, teve origem em Quebec mas chegou a Vancouver. Depois de uma caminhada, peça um no La Belle Patate.

À noite vá ao histórico Gastown, que tem a melhor seleção de restaurantes, incluindo um mercado de cerveja artesanal. Um dos preferidos é o The Flying Pig, onde servem um prato de bife ao estilo americano e pratos de marisco. 

Onde ficar: Os verdadeiros fãs de comida não resistem ao YEW no Four Seasons Hotel. Um dos melhores restaurantes da cidade, conheça a montra de marisco antes de fazer o seu pedido ou então experimente uma salada de atum selado.

  • Esculturas indígenas Thunderbird House e Sky Chief. Crédito fotográfico: William Manning / Getty Images.

    Primeiro lugar

    O Stanley Park, em Vancouver, tem várias esculturas indígenas no Brockton Point. Esculpidas e pintadas à mão, estas esculturas são uma das atrações do parque, embora algumas sejam réplicas.

  • Pinguins africanos no Vancouver Aquarium. Crédito fotográfico: Neil Fisher.

    Visitantes curiosos

    Os pinguins africanos também são conhecidos como os penguins burros porque o som que eles emitem lembra o do burro. O Vancouver Aquarium não é só para os fanáticos de peixes.

  • Waffles no Café Medina. Crédito fotográfico: Issha Marie.

    Hora dos doces

    Escolha a cobertura dos waffles que vai comer no Café Medina. Melaço é uma boa opção. Quebec fornece cerca de 70% do melaço do mundo inteiro. É o toque final perfeito em quase tudo, de tarte de noz-pecan a tiras de bacon.

A

Visite a capital histórica da Colúmbia Britânica em Vancouver Island. A ilha de Vancouver Island fica apenas à distância de um voo curto de hidroavião. Saia da cidade e deixe-se impressionar pela sua beleza natural, vista do mar ou do céu. Veja as focas amontoadas nas rochas assim que o tempo abrir. O tempo aqui muda muito rapidamente e costuma ser mais quente e soalheiro do que no continente. Passeie nos The Butchart Gardens para ver uma natureza mais cuidada e prove cidra na Sea Cider. Depois, prepare-se para observar orcas e baleias-corcunda numa excursão guiada no oceano.

Onde ficar: O Fairmont Empress, um hotel emblemático onde o chá da tarde e o spa são famosos – não deixe de experimentar pelo menos um, ou se puder, os dois.

  • Fazer canoagem num lago calmo em Whistler, no Canadá. Crédito fotográfico: Visual Communications.

    É a hora do paddle

    Make a splash in Whistler’s pristine lakes and remember to enjoy the mountain reflections in the water.£526 pp

    Reservar voos e hotéis

As encostas estão à sua espera

Whistler é uma palavra que todos os fãs de esqui conhecem: é simplesmente um dos melhores resorts do mundo. A viagem entre as montanhas até lá demora duas horas a partir de Vancouver. As encostas são muito altas, o suficiente para não ficarem excessivamente movimentadas e proporcionarem uma excelente sessão de esqui na primavera. Escolha a Cloud Nine, uma pista acessível na montanha Blackcomb e desça a encosta suavemente enquanto aprecia a paisagem. Também pode fazer desta visita uma viagem de um dia, mas depois do esqui e de conhecer a vila de Whistler, que tem um número surpreendente de restaurantes de sushi, vai perceber que aqui é tudo demasiado tentador para ficar apenas um dia.

Onde ficar: O Delta Whistler é um hotel mediano, assim pode poupar para as encostas.

Uma estrada no meio das montanhas

Muita gente vem para Vancouver como ponto de partida de uma viagem épica às incríveis Montanhas Rochosas. Alugue um carro e explore Kamloops, Banff e Calgary. Se preferir, também pode ir de comboio. O comboio Rocky Mountaineer atravessa as paisagens impressionantes e abranda ao longo do percurso para os passageiros poderem ver exemplares de urso-pardo e de urso-negro a caminho das águas glaciares do Lago Louise. 

Onde ficar: O Fairmont Chateau Lake Louise, um edifício imponente que domina a cidade. A decoração tem um toque de chalé das montanhas. As pistas de esqui perto do hotel estão abertas no inverno.

outros links

Logótipo da British Airways.