Porquê a BA?

Viaje com a British Airways e tire proveito do serviço premiado, da excelente relação qualidade-preço e da inexistência de encargos ocultos:

  • Selecção livre de assentos com 24 horas de antecedência*
  • Inclui limite de 23 kg de bagagem despachada*
  • Check-in através do telemóvel, on-line ou no aeroporto
  • Serviço de bar e refeições a bordo gratuito

*Excepto em tarifas para apenas bagagem de mão

Compras em Nova Iorque

Nova Iorque é o lugar onde os grandes designers da América se dirigem para atingirem o próximo nível, que geralmente começa com a apresentação de uma colecção revolucionária durante a Fashion Week e termina com o reconhecimento internacional. Um futuro Ralph Lauren ou Calvin Klein não "aparece" até que abra uma loja ou três em determinada parte desta cidade que nunca dorme e que quase sempre anda às compras.

Quase todos os bairros de Manhattan têm uma identidade única em relação ao retalho. Considere a Quinta Avenida e a Avenida Madison, com as butiques de luxo brilhantes e armazéns mundialmente famosos. Ou as ruas calcetadas do centro da cidade com as suas lojas castiças escondidas, apadrinhadas por aqueles com mais arrojo do que dinheiro. Os "sapatos de salto alto" do mundo descem a Nova Iorque para a Semana da Moda, e a sua cena de compras rica e diversificada torna-se mais relevante do que nunca.

Compras em Nova Iorque.

Um guia com dicas especiais para fazer compras em Nova Iorque: Lee Carter @Hintmag

Lee Carter. Tire o máximo proveito de uma das principais capitais da moda com o nosso guia cheio de dicas especiais sobre lojas a não perder e os mais requintados locais para fazer uma pausa.

Lee Carter publica Hint, uma revista de moda de Nova Iorque online que fala sobre as últimas tendências, passarelas, indústria da moda e novidades sobre compras na cidade.

As minhas cinco lojas favoritas

Dover Street Market

Dover Street Market

O primeiro estabelecimento abriu em Londres, e depois foi a vez de Tóquio - o Dover Street Market é um fenómeno avant-garde. Criação da designer da Comme des Garçons, Rei Kawakubo, Dover nasceu no bairro recém-baptizado (algo monótono antigamente), o NoMad (norte de Madison Square Park). A loja multi-marcas, disposta em vários andares, proporciona artigos artísticos de designers de todo o mundo, incluindo um exclusivo número de marcas de luxo que querem pertencer ao "zeitgeist".

Loja Opening Ceremony.

Opening Ceremony

A pequena loja do Lower East Side que Opening Ceremony revolucionou o retalho com a sua mistura ecléctica de produtos e o poder incrível para prever "the Next Weird Thing" (incluindo mas não limitado aos pontos Ben-Day, estampados de globos oculares e tigres pixelizados). A marca tem colaborado com parceiros como Chloë Sevigny e Spike Jonze, e os seus proprietários, Humberto Leon e Carol Lim, são os novos directores criativos da Kenzo, a famosa casa de moda parisiense.

Odin.

Odin

O segredo mais bem guardado de moda masculina de Nova Iorque, a Odin tem três estabelecimentos em East Village, West Village e SoHo. Homens do tipo modestamente direccional podem sentir-se confiantes nos suas t-shirts com slogans e "fatos de estilo" dos melhores designers do mundo. A linha própria da Odin também recebeu muitas novidades, especialmente certos aromas de culto que as mulheres estão agora a "roubar" dos respectivos namorados.

Kirna Zabête

Kirna Zabête

Kirna Zabête, é uma combinação dos apelidos dos proprietários, inaugurada em 1999, e vende uma mistura animada de artigos de luxo num leque de categorias: roupas, jóias, casa, bebé, animais de estimação - e até doces. Conhecidos pelas suas edições sazonais impecáveis das melhores colecções de passarela (Stella McCartney, Christopher Kane, a nova-iorquina Proenza Schouler), Beth Buccini e Sarah Easley, amigas desde os tempos da universidade, dão um toque pessoal à arte de fazer compras.

Cinco lojas clássicas de Nova Iorque

Barneys New York.

Barneys

Enquanto o Upper East Side tem sua quota de Bs glamorosos - Bergdorf Goodman, Bloomingdales, Henri Bendel - Barneys New York é o rei dos grandes armazéns. Os fiéis da moda afluem aqui à procura de marcas conceptuais e de luxo, já para não falar no impressionante piso dedicado ao calçado. E não são assim tão "old school": em 2017, irá abrir mais um estabelecimento na Seventh Avenue e West 17th Street, no mesmo edifício onde Barney Pressman fundou a sua empresa de moda masculina em 1923.

Bergdorf Goodman Nova Iorque.

Bergdorf Goodman

Bergdorf é tanto uma instituição como um armazém, um termo que desmente os seus grandes contributos culturais. Vende rótulos primo que o mundo tem para oferecer. Em 2012, a loja brindou o seu 111º aniversário de uma forma muito espirituosa com colaborações de 111 casas de design de alto perfil - incluindo Oscar de la Renta, Alexander McQueen e Christian Louboutin - e um documentário premiado, "Scatter My Ashes at Bergdorf’s".

Saks Fifth Avenue Nova Iorque.

Saks Fifth Avenue

Há quase cem anos, a Saks Fifth Avenue aperfeiçoou a cultura de compras requintadas e o atendimento de luva branca décadas antes do aparecimento de lojas semelhantes. Actualmente, este armazém de gama alta serve como loja-modelo de uma rede de 41 lojas Saks espalhadas por 22 estados. O R/C dedicado aos produtos de beleza pode ficar bastante congestionado, especialmente durante a época natalícia, mas um ambiente mais calmo pode ser encontrado nos pisos superiores.

Marc Jacobs Nova Iorque.

Marc Jacobs Bleecker Street

O designer Marc Jacobs não só é nova-iorquino, é ainda um agente de forma proeminente, líder de claque e mascote, tudo em um. Não surpreende quando ele se desviou dos percursos batidos do SoHo e da Madison Avenue para escolher os encantadores blocos residenciais de West Village. Aqui você irá encontrar o seu conjunto de lojas térreas ao longo de Bleecker Street, divididas por categoria: senhora, homem, beleza, criança (Little Marc) e livros (BookMarc).

Prada Nova Iorque.

Prada Epicenter

A loja modelo da Prada, Epicenter, espalha-se por metade de um quarteirão da zona comercial do SoHo, em Broadway. No interior, pode encontrar todos os artigos Prada, incluindo a colorida e aclamada colecção Primavera 2014 de Miuccia Prada, que foi influenciada pelos muralistas latino-americanos. Este espaço amplo também funciona como um local para eventos especiais, como, por exemplo, a festa cheio de estrelas após a estreia de "O Grande Gatsby".

Onde comer quando fizer compras

Cafe Carlyle.

Café Carlyle

Numa esquina aconchegante do Carlyle Hotel de cinco estrelas, o Café Carlyle remete para meados do século vinte de uma Nova Iorque endinheirada. Durante décadas, músicos de todos os estilos têm tocado para públicos pequenos e exigentes que enchem as suas banquetas enquanto apreciam os seus martinis. Judy Collins toca regularmente a sua viola aqui, enquanto Woody Allen se apresenta com a sua banda de jazz, uma vez por semana.

Restaurante Sant Ambroeus.

Sant Ambroeus

Com menos de um mês de idade, Sant Ambroeus, no SoHo, é o irmão mais novo do estabelecimento de Upper East Side, que mais não é do que um "transplante" de Milão. Num determinado dia, é provável que você dê de caras com uma "coterie" de moda britânica que inclui Grace Coddington da Vogue e o artista extraordinário de maquilhagem, Pat McGrath. Os mais madrugadores afluem ao bistrô italiano logo após o amanhecer para ganharem forças antes de visitarem as lojas locais.

Restaurante Buvette.

Buvette

Sendo a gastroteca do momento em Nova Iorque, Buvette destina-se aqueles compradores com alguma fome, que desejam comida francesa. É pequena e pitoresca o quanto baste, e é o sítio ideal para um croque forestier e um copo de vinho branco antes de mais uma ronda pelas lojas de West Village. Marcas de topo, como a Burberry, Brooks Brothers e Rag & Bone, podem ser encontradas nas redondezas.

Tea and sympathy cafe.

Tea & Sympathy

Para britânicos saudosos, não há refúgio mais reconfortante do que o Tea & Sympathy. Abastecida com produtos essenciais do Reino Unido - tudo a partir do chocolate Cadbury a canecas da Union Jack - a pequena loja/café serve visitantes e anglófilos americanos. Dizem que o "sticky toffee" e o "Victoria sponge" são os doces favoritos da editora Tina Brown e do actor Rupert Everett, clientes regulares. Peça com gentileza e poderá ficar a conhecer o segredo dos seus lendários ovos escoceses.

Beatrice Inn

Beatrice Inn

Antigo "speakeasy", o Beatrice Inn manteve o seu tecto baixo e o seu ambiente underground, apesar da recente transição de nightclub para restaurante trendy, co-propriedade do editor da Vanity Fair, Graydon Carter. Com uma lareira em cada sala de jantar, vale a pena parar no Inn após um longo dia de compras. Abre apenas à hora do jantar: é melhor deixar os sacos de compras no hotel.

Hotéis que recomendamos

Termos e condições